ABCDivórcio - 1° Guia Brasileiro sobre Divórcio Resgate sua Relação
ABC Divórcio Rede Social especial para Divorciados/Separados Fórum de Discussão especial para Divorciados/Separados
Ajude um(a) amigo(a) nesta situação!
"O sal da vida é poder ousar ser quem se é por dentro. " Herbert Steinberg
Você está em:

VN:F [1.9.22_1171]
Gostou deste texto?

40, a idade da reviravolta

O recomeço pode ser a melhor fase de sua vida. Esta a promessa do romance Mulher aos 40, da escritora e jornalista Martha Mendonça.  A trama se encaixa bem na realidade de quem acabou de se separar e teme o futuro: perto de completar 40 anos, Paula perde o emprego e o marido a abandona.

A ideia do livro, segundo a autora, era justamente mostrar que uma quarentona, mesmo com a vida totalmente revirada pode refazer o seu destino. “Os 40 são um momento em que a maioria das pessoas imagina que vai estar com a vida – pessoal, profissional e financeira – ganha, prontos para colher, calmamente, os frutos do que foi plantado. Mas obviamente não é assim pra muita gente. Talvez para a maioria”, afirmou Martha.

No livro ela revela mais dos desafios da personagem que tem a vida transformada, Paula: “Ter quarenta anos, estar no meio do caminho, um pé na juventude, outro na velhice, saber que ainda dá tempo de muita coisa, inventar e reinventar – mas, pra isso, é preciso desejar com mais força e trabalhar dobrado. É muitas vezes insistir para que o corpo aguente o esforço pedido pela alma que não tem idade. Ter quarenta anos é ser a mesma menina de dez, vinte ou trinta, aprisionada na aparência e no comportamento de alguém maduro e responsável.”

“É dia sim, dia não, sentir-se um pouco inadequada. Ter quarenta anos é odiar ser chamada de senhora e querer saber o que alguém de vinte pensa de você. É andar pela rua em dias de baixa autoestima rezando pra que um caixa de banco ou guarda de trânsito perceba sua beleza, só para poder, séria, fingir que não está nem aí. Ter quarenta anos é querer usar trancinhas e pregadores de cabelo coloridos, mas sair de cabelo escovado e comportado. É ter insônias descomunais tentando saber onde errou, fazendo balanços insanos do que escolheu
e se arrepender do que não foi feito. É acordar com olheiras que não havia antes e mergulhar a cara no gelo até doer. É ter percepção de 200 anos e, ainda assim, paixão de 20 – e muitas vezes não saber o que fazer com isso.”

Quem gosta de uma boa dose de romantismo, sem exageros, e com um bom humor típico do estilo de Martha (ela é uma das responsáveis pelo site O Sensacionalista, espaço com notícias fictícias) encontra conforto no livro. E a trama, bem otimista, deixa aquele sabor de motivação: “Se a Paula pode, por que eu não poderei?“

Conhece algum amigo ou amiga nesta situação? Indique esta leitura!
Deixe seu Comentário abaixo ou,
se preferir, discuta este assunto em nosso Fórum:
Fórum de Discussão
Nossa Rede Social

Deixe um Depoimento/Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Comentários
Busca:
Curta nossa página no Facebook

Aqui entra o depoimento Aqui entra o depoimento Aqui entra o depoimento Aqui entra o depoimento Aqui entra o depoimento Aqui entra o depoimento Aqui entra o depoimento Aqui entra o depoimento Aqui entra o depoimento.

Teste de Depoimento

Deixe você também seu depoimento!
Depoimentos
Cadastre-se e receba nossas
dicas em seu e-mail:
Todos os direitos reservados. Favus Design For Business.