ABCDivórcio - 1° Guia Brasileiro sobre Divórcio Resgate sua Relação
ABC Divórcio Rede Social especial para Divorciados/Separados Fórum de Discussão especial para Divorciados/Separados
Ajude um(a) amigo(a) nesta situação!
"O segredo não é correr atrás das borboletas. É cuidar do jardim para que elas venham até você. " Mario Quintana
Você está em:

VN:F [1.9.22_1171]
Gostou deste texto?

Preferência da guarda dos filhos costuma ser da mãe

Quando o assunto é a guarda dos filhos nos casos em que os cônjuges não conseguem chegar a um acordo amigável e levam o tema à Justiça, as mulheres costumam ter preferência, segundo o advogado Ângelo Carbone, especialista em Direito da Família.

A Justiça trabalha para atender aos interesses das crianças e, principalmente quando elas são pequenas, acredita-se que a presença materna é mais completa para o seu desenvolvimento emocional. Mas tudo vai depender das condições em criar um filho.

Carbone afirma que nos casos em que a mãe não é capaz de cuidar da criança – por ser negligente, usuária de drogas ou apresentar alguma outra conduta que a desabone – e o pai conseguir provar isso na Justiça, ele ficará com a guarda.

Já as dificuldades financeiras devem ser solucionadas com a atribuição de pensão, que o homem tem o dever de pagar até que o filho se torne maior de idade, ou, no caso de ele cursar uma faculdade, até que cumpra 24 anos.

O advogado, que defende mulheres e crianças, afirma que um passo importante é entrar com as ações de guarda e pensão rapidamente. “O juiz pode soltar a liminar antes de ouvir o outro lado, só com as testemunhas de quem iniciou o processo e, depois, é mais difícil reverter uma decisão contrária”, afirma.

Quando os filhos têm mais de 14 anos, a questão se altera um pouco. Eles poderão decidir, e informar ao juiz, com qual cônjuge querem ficar: com o pai ou com a mãe, situação que não costuma ser fácil para os jovens.

Neste caso, o juiz costuma oferecer a guarda compartilhada (leia mais aqui – COLOCAR LINK DO POST SOBRE GUARDA COMPARTILHADA), na qual os pais dividem as responsabilidades para com os filhos. Para isso, entretanto, é necessário uma convivência pacífica entre os ex-cônjuges.

Conhece algum amigo ou amiga nesta situação? Indique esta leitura!
Deixe seu Comentário abaixo ou,
se preferir, discuta este assunto em nosso Fórum:
Fórum de Discussão
Nossa Rede Social

Deixe um Depoimento/Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Comentários
Busca:
Curta nossa página no Facebook

Muito bacana este espaço! Meu marido me deixou e por isso estou aqui para compartilhar informações e coisas com quem está passando pelo mesmo que eu….  Obrigada ABC!

Bacana!

Deixe você também seu depoimento!
Depoimentos
Cadastre-se e receba nossas
dicas em seu e-mail:
Todos os direitos reservados. Favus Design For Business.