ABCDivórcio - 1° Guia Brasileiro sobre Divórcio Resgate sua Relação
ABC Divórcio Rede Social especial para Divorciados/Separados Fórum de Discussão especial para Divorciados/Separados
Ajude um(a) amigo(a) nesta situação!
"Seguir educando para o “eterno” é uma incongruência. Ninguém fica no mesmo emprego para sempre, ninguém mora na mesma rua para sempre, ninguém pode prometer uma estabilidade vitalícia em relação a nada, e se a maioria das mudanças é considerada uma evolução, um aperfeiçoamento, por que o casamento não pode ser visto dessa mesma forma descomplicada e sem stress? " Martha Medeiros
Você está em:

VN:F [1.9.22_1171]
Gostou deste texto?

Trabalhamos juntos. Como fica após o divórcio?

Alguns relacionamentos se iniciam em um ambiente profissional. Outros posteriormente ocupam também o campo profissional. Quando esse relacionamento termina, muitas vezes a convivência fica péssima ou o trabalho é abandonado por um dos parceiros. Mas quando existe maturidade suficiente, a situação pode ser enfrentada de uma forma bem mais simples.

Luciana Gerunda se casou aos 23 anos e permaneceu assim até os 47. Conheceu seu ex-marido na faculdade de odontologia e namorou por quatro anos até oficializar a união. Assim que se formaram resolveram montar um consultório juntos, onde trabalharam até o fim do casamento. “Passamos quase 28 anos convivendo 24 horas por dia, na faculdade, no trabalho e em casa. Não posso dizer que o fim é uma situação fácil, pois torna difícil demais a convivência”, conta a dentista.

O imóvel era dela mas foi equipado por ele, que também pagava as despesas como luz, água e telefone. Como acabar com esse vínculo de um dia para o outro? Como continuar convivendo todos os dias no trabalho com o ex?

A psicóloga Sônia Golçalves é especialista em casais e afirma que “quando existe respeito entre as partes é possível o diálogo, e com o diálogo é possível lidar com um ex-parceiro no ambiente profissional”. Ela aponta que o problema começa no passado, quando a relação começa a interferir no profissional, pois “devem preservar o trabalho mesmo quando o relacionamento vai bem. Isso irá prevenir que a situação fique complicada quando esse relacionamento chegar ao final”. Devem compreender que ambos estão ali, não pelo compromisso que tem e sim por conta dos interesses profissionais.

Luciana conta que o motivo do fim do casamento foi uma traição do ex-marido e que existia muita mágoa durante esse período de separação. Por isso não conseguia separar os problemas. Já a psicóloga afirma que o problema em si não é trabalhar com o ex-parceiro e sim as situações mal resolvidas. “Quando uma separação é feita de uma forma respeitosa, com diálogo e compreensão, os problemas entre os dois são resolvidos e a relação extinta, o que não traria danos ao lado profissional”, completa .

Muitas vezes um dos ex-parceiros prefere abandonar o trabalho por não conseguir lidar com a convivência. Foi o caso da dentista Luciana. “Não conseguia trabalhar sem sentir raiva com a presença dele no mesmo ambiente. Poderia ter agido de uma forma mais profissional e madura, mas foi completamente emocional. Nosso caso acabou na justiça e o imóvel vendido”, confessa.

A psicóloga dá duas dicas para amenizar o clima: o diálogo e o respeito. Estas são as chaves para melhorar a situação. “Você não precisa se tornar melhor amigo, nem ir almoçar todos os dias com o ex-marido ou com a ex-mulher. Manter uma relação de trabalho, onde existe um ambiente limpo de energias negativas já é o suficiente." Mas talvez essa nova relação só seja possível quando as mágoas forem perdoadas.

Conhece algum amigo ou amiga nesta situação? Indique esta leitura!
Deixe seu Comentário abaixo ou,
se preferir, discuta este assunto em nosso Fórum:
Fórum de Discussão
Nossa Rede Social

Deixe um Depoimento/Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>


Comentários
Busca:
Curta nossa página no Facebook

Muito bacana este espaço! Meu marido me deixou e por isso estou aqui para compartilhar informações e coisas com quem está passando pelo mesmo que eu….  Obrigada ABC!

Bacana!

Deixe você também seu depoimento!
Depoimentos
Cadastre-se e receba nossas
dicas em seu e-mail:
Todos os direitos reservados. Favus Design For Business.